Perdoar os erros dos outros


Um dos crentes que atingiu em várias ocasiões a presença de Bahá'u'lláh recorda:

Eu estava presente, numa manhã, na abençoada casa em Akká, quando ouvi Bahá'u'lláh explicar que "o homem não é infalível", mas que "Deus é a Suma Clemência". Da mesma forma que Deus é o "Ocultador" - Ele acrescentou - "os crentes devem ser indulgentes se encontrarem falhas uns nos outros. Diga-lhes que não se preocupem apenas com eles próprios, mas que centrem a sua atenção na Causa de Deus. O que agrada a Deus é a unidade entre os crentes".

Fonte: Stories of Bahá'u'lláh, 'Alí-Akbar Furútan


Pode também gostar de: