À medida que o bicentenário se aproxima, as celebrações multiplicam-se


Em diversos países têm vindo a acelerar-se os preparativos para as celebrações do bicentenário do nascimento de Bahá'u'lláh, dando lugar a uma variedade de manifestações, incluindo obras de arte, homenagens por autoridades nacionais e locais e celebrações da comunidade.

Um notável exemplo teve lugar na cidade austríaca de Bruck an der Leitha, onde o gabinete do Presidente da Câmara organizou a 8 de Setembro um festival para comemorar os duzentos anos do nascimento de Bahá’u’lláh. A comemoração reuniu cerca de 200 pessoas no edifício da Câmara, juntando os líderes da comunidade e os cidadãos, em homenagem da mensagem de paz e unidade de Bahá’u’lláh.

Dirigindo-se aos presentes, o Presidente da Câmara Richard Hemmer sublinhou os ensinamentos de Bahá’u’lláh sobre a unidade. A História tem sido manchada pela violência, disse, e não deveríamos esquecer nunca as atrocidades do passado. Apontou a comunidade Bahá’í como um exemplo de um grupo que escolheu o caminho de paz, não-violência e inclusão.

Susan Zarifzadeh, uma Bahá’í local, colaborou com o gabinete do presidente da Câmara na organização do evento. A Sra Zarifzadeh e a sua família têm ajudado refugiados a fixarem-se em Bruck nos anos recentes. Foi esta obra que primeiramente atraiu a atenção do Presidente e o motivou a propor-se receber a comemoração em honra da comunidade Bahá’í.

Tal como muitas cidades na Europa, Bruck an der Leitha - situada junto ao rio Leitha na fronteira com a Eslováquia- tem visto um crescente número de refugiados da Síria e de outros países. A cidade de Leitha tinha recebido um pequeno número de refugiados até 2015, quando um número de mortes trágicas de refugiados na Áustria atraiu as atenções para o problema. A comunidade de Leitha ficou profundamente afectada e determinada em trabalhar

arduamente para o sucesso na integração dos refugiados .

A cidade formou uma organização chamada Unser Bruck hilft (A nossa Bruck ajuda) para ajudar no realojamento dos refugiados. Sabendo que a comunidade Bahá’í tinha anteriormente ajudado um grupo de refugiados da Turquia a fixar-se na cidade, a organização pediu a sua ajuda. De início os Bahá´ís ofereceram assistência prática, como assistência médica. Contudo, com o tempo, começaram a colaborar com outros na cidade para um programa destinado à educação e formação da juventude recém-chegada.

A relação entre o governo local de Bruck e os Bahá'ís cresceu com o trabalho conjunto nos últimos anos. A decisão do Presidente da Câmara em colaborar na celebração dos 200 anos do nascimento de Bahá’u’lláh foi o

reconhecimento da participação dos Bahá´ís na comunidade local.

A celebração realizou-se na Câmara e foi aberta a todos em Bruck e na região. As festividades incluíram diversas apresentações musicais, incluindo uma peça musical com palavras de Bahá’u’lláh. Uma exposição sobre os principais ensinamentos das maiores religiões a nível mundial, acentuou a necessidade imperiosa de união.

Muitos convidados louvaram o facto de a celebração ter permitido a todos os membros da comunidade participarem de algum modo. Desde uma pequena atuação da escola de música local, a apresentações feitas pelos funcionários do governo até à preparação dos refrescos, inúmeras pessoas ajudaram nas festividades.

Dorothy Bayer, da comunidade Bahá’í comentou: “As pessoas de Bruck não vieram apenas participar na celebração do bicentenário, elas também contribuíram para ela. O resultado foi uma aproximação e o aprofundar da consciência de que é necessário trabalhar para o avanço do mundo no sentido do bem".

Fonte: Bahá'í World News Service


Contacte-nos:

Comunidade Bahá'í de Portugal

Rua Cidade de Nova Lisboa, Nº 17

1800-107 Lisboa

Tel: (+351) 217 590 474

Email: info@bahai.pt

Encontre-nos online:

  • Facebook - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle