O pedaço de papel em branco


Havia uma vez um homem idoso que vivia na Pérsia. Nunca tinha frequentado qualquer escola e tinha uma vida muito simples. Possuía um coração bom, puro e cheio de amor. Mais do que qualquer outra coisa no mundo, ele desejava ver Bahá'u'lláh.

Um dia, ele não aguentou mais e iniciou uma longa e difícil viagem para Akka. Viajou por estradas empoeiradas, atravessou desertos secos e mares até chegar, finalmente, à casa de Bahá'u'lláh.

Bahá'u'lláh ficou muito satisfeito por vê-lo. Abriu os braços e acolheu-o calorosamente. Ele ficou por muitos dias, durante os quais Bahá'u'lláh lhe mostrou muito amor e bondade. Todos sentiram a sua falta quando ele partiu para voltar à Pérsia.

Um dia, passado algum tempo, um dos crentes trouxe uma pilha de cartas que tinham sido enviadas para Bahá'u'lláh. Bahá'u'lláh sabia que uma das cartas era daquele idoso querido, que tinha chegado são e salvo à Pérsia. Ele disse ao Seu secretário que desejava ler essa carta em primeiro lugar.

O secretário procurou a carta e abriu o envelope. No interior estava apenas um simples pedaço de papel branco!

Mas Bahá'u'lláh ficou muito satisfeito. Ele disse que quando o coração de uma pessoa é puro, não há necessidade de palavras. Ele sabia o que o idoso queria dizer, mesmo que ele não tivesse escrito nada.

Então Bahá'u'lláh escreveu-lhe uma carta amorosa respondendo a todas as suas perguntas.


Contacte-nos:

Comunidade Bahá'í de Portugal

Rua Cidade de Nova Lisboa, Nº 17

1800-107 Lisboa

Tel: (+351) 217 590 474

Email: info@bahai.pt

Encontre-nos online:

  • Facebook - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle